quarta-feira, 3 de junho de 2009

Conclusão Pessoal do Grupo


Como conclusão final e resposta a questão central, “Será que um doente esquizofrénico consegue inserir-se na sociedade?”, podemos afirmar que sim, é possível, em alguns casos um doente esquizofrénico inserir-se na sociedade e inclusive exercer uma profissão. Contudo, na sua maioria, a integração processa-se de um modo muito difícil e por vezes até chega a ser impossível, visto que se trata de uma doença de foro metal bastante instável. Assim, destacamos o facto, de que como qualquer outro doente, os indivíduos esquizofrénicos não têm culpa da doença que sofrem e o seu comportamento é baseado naquilo que acham correcto e aceitável, “no seu mundo”, o que muitas vezes não está de acordo com a realidade. Por isso, deixamos aqui o apelo para que se ponham no lugar destes doentes, que como alguns outros não têm hipótese de cura, pois imagine:

Como seria se a sua vida tal como a conhece, e as memórias do seu passado, não desaparecessem, simplesmente nunca tivessem existido.

6 comentários:

Gabriel Fernandes disse...

Olá! sou estudante de Psicologia, e achei bem interessante sua mobilização em relação a Esquizofrenia! Realmente o grande problema que entra neste âmbito atravessa os limites impostos pela condição (de doente) e tangem perímetros ligados ao velho conhecido PRECONCEITO, dando estes sujeitos como incapazes de exercer um papel na sociedade!!! ... Contudo, um péssimo dado a ser constatado é que ao mencionar o preconceito, estaremos mencionando o fato de que quaisquer implicações psicológicas e/ou psiquiátricas ainda sofrem com isto! Não é incomum vermos casos como, de pessoas que apenas percebem que um amigo próximo está num processo de depressão, somente após cometer o suicidio!!! ("Poutz, o cara tava mal mesmo, hein!")!!! E é por aí que vai!!!... ... ... A falta de informações acaba sendo um grande mal... e é por isso que parabenizo discussões como esta (ligada a Esquizofrenia, no caso) aparecendo em blogs e afins! Muito bom!

Sâmmea Adrielle disse...

Achei muito bom colocar isso no blog estava procurando para fazer um trabalho e encontrei aqui...Obrigadaa bjus

Anónimo disse...

oi gabriel,depois de ter alguns sintomas caracteristicos da esquizofrenia procurei mais informações sobre o assunto. li de tudo um pouco e o mais absurdo foram 3 comentarios de pessoas que tem um esquizofrenico como vizinho e em vez de se informarem a respeito da doença debocham da situação e fazem abuso sonoro na residencia para deixar o portador de esquizofrenia nervoso. As pessoas não tem noção que essa doença pode atigir a eles mesmos,parentes e amigos. preferem zombar da condição do portador de esquizofrenia. esta atitude deveria ser denunciada porque é crime.

Etiene de Oliveira disse...

Gostei demais de vcs e da matéria!

Anónimo disse...

sou estudante de enfermagem e achei muito bom esse seu ponto de vista obrigado!!

Igor Pita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.